spot_img

Últimas Notícias

Escolas estaduais de Americana e região terão ensino integral a partir do ano que vem

- Advertisement -

Secretaria do Estado da Educação confirmou que Americana, Santa Bárbara d´Oeste, Nova Odessa, Sumaré e Hortolândia terão mais escolas em período integral, mas o número e quais ainda não foram informadas

Americana e mais quatro cidades da região terão mais escolas em período integral no ano que vem, porque foram incluídas no programa de ensino integral para mais 778 escolas estaduais, de 118 cidades, anunciado pelo governador João Doria (PSDB), nesta segunda-feira (12). A iniciativa chegará a 1.855 escolas a partir do ano que vem.

Ao lado do secretário Estadual da Educação, Rossieli Soares, Doria falou sobre a expansão do Programa durante evento no Memorial da América Latina, que reuniu diretores, supervisores e outros representantes das unidades educacionais. Segundo a secretaria estadual, Santa Bárbara d´Oeste, Nova Odessa, Sumaré e Hortolândia também serão contempladas.

- Advertisement -

“Os resultados que alcançamos ao longo de dois anos e meio nos permitem hoje fazer esse anúncio de grande importância. Isso é uma vitória da educação. Tempo integral para tudo:  para o aconchego, o ensino, o estudo, a alimentação e formação de uma nova geração de brasileiros”, disse Doria.

A expectativa da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) é beneficiar 387,3 mil novos estudantes de ensino fundamental e ensino médio. Com as novas adesões, o PEI estará presente em 427 municípios paulistas, em todas as regiões do estado. Atualmente, são 437 mil estudantes atendidos em 1.077 escolas, de 309 cidades.

“Esse é o governo que fez o maior aumento das escolas de tempo integral. Saltamos para 1.077 escolas em tempo integral com menos de dois anos e no meio de uma pandemia porque acreditamos nesse modelo”, afirmou Rossieli.

A ampliação é resultado da participação das 91 Diretorias de Ensino (DEs) no processo de adesão deste ano, disponibilizado entre março e junho.

O número de PEIs será quintuplicado, em comparação a 2018, quando o programa estava presente em 364 unidades escolares. A partir de 2022, serão 1.855. Destaque para oito cidades com mais de 50 mil habitantes: Piracicaba, Mirassol, Campo Limpo Paulista, Lorena, Avaré, Barretos, Olímpia e Fernandópolis passarão a oferecer o PEI em 80% das escolas.

Dentro do Plano Nacional de Educação (PNE), a Meta 6 – Educação Integral – prevê em seu objetivo 2 que em 2024, no mínimo, 25% dos alunos da Educação Básica sejam atendidos em jornadas de mais de 7 horas. Com as novas PEIs, São Paulo atinge este objetivo, no âmbito de sua rede estadual, já em 2022.

Criado em 2012, o PEI trabalhará práticas pedagógicas, como Tutoria, Nivelamento, Protagonismo Juvenil com Clubes Juvenis e Líderes de Turma, além de componentes curriculares específicos, como Orientação de Estudos e Práticas Experimentais, que potencializam a formação integral do estudante a partir do seu Projeto de Vida. Também permitirá o planejamento, desenvolvimento e acompanhamento das ações pedagógicas, de maneira estruturada.

Os investimentos na jornada integral refletem em melhores notas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) já no primeiro ano de implantação do programa.

O crescimento de alunos atendidos pela iniciativa também é destacado por Rossieli. “Em 2019, eram 135 mil estudantes nas 417 PEIs. Em março deste ano, saltamos para 437 mil alunos, um crescimento de 224%”.

- Advertisement -

Latest Posts

spot_img

Não Perca

Fique Sempre INFORMADO!

Receba em seu email as últimas notícias de americana e região!

WhatsApp chat