spot_img

Últimas Notícias

Estado receberá 4 milhões de doses extras da vacina Coronavac

- Advertisement -

Lote extra chega via Secretaria da Saúde e será distribuído em julho aos 645 municípios paulistas para agilizar Plano Estadual de Imunização

O governador João Doria (PSDB) confirmou nesta quarta-feira (7) que São Paulo vai receber mais 4 milhões de doses prontas da vacina Coronavac para agilizar o PEI (Plano Estadual de Imunização) contra a COVID-19 nos 645 municípios paulistas. O lote extra começa a ser entregue já nesta quarta, com a chegada de 2,7 milhões de doses no Aeroporto Internacional de Guarulhos.

“O Governo de São Paulo compra, adicionalmente, 4 milhões de doses extras para agilizar a campanha de vacinação no estado”, afirmou Doria. “Vamos antecipar o calendário de vacinação em São Paulo sem interferir no contrato do Instituto Butantan com o Brasil”, ressaltou.

- Advertisement -

A chegada das 4 milhões de doses extras para São Paulo foi viabilizada pela Secretaria de Saúde após acordo entre o governo do Estado e a biofarmacêutica Sinovac. A segunda remessa com 1,3 milhão de vacinas deve ser entregue no próximo dia 26. As tratativas para a aquisição destas doses extras foram iniciadas em março deste ano.

 A meta é que toda a população adulta dos 645 municípios paulistas esteja protegida com ao menos uma dose até o dia 15 de setembro, com possibilidade de antecipação conforme a disponibilidade de imunizantes.

Os imunizantes poderão ser usados pelas Prefeituras tanto para completar os ciclos vacinais de duas doses, como para a ampliação do público de primeira dose.

ANTECIPAÇÃO

Além disso, o Estado também anunciou hoje a antecipação em 30 dias da conclusão da entrega de 100 milhões de doses da vacina do Instituto Butantan ao PNI (Programa Nacional de Imunizações). A previsão é que a totalidade do contrato firmado com o Ministério da Saúde seja entregue em 30 de agosto.

“O Instituto Butantan vai entregar as 47 milhões de doses complementares do contrato com o Ministério da Saúde até 31 de agosto. Estamos antecipando em 30 dias para permitir que o Ministério acelere a vacinação de brasileiros de todo o país”, disse João Doria.

O instituto paulista já forneceu até o momento mais de 53 milhões de doses do imunizante para uso no PNI, sendo responsável por 43,4% de todas as doses aplicadas no Brasil, segundo informações do PNI.

“Temos feito um enorme esforço para recuperar os cronogramas que foram apresentados ao Ministério da Saúde. Agora em junho tivemos boa notícia de regularização do fornecimento de matéria-prima e isso nos permite novamente prever a conclusão do contrato com o Ministério da Saúde até o final de agosto”, disse Dimas Covas, Presidente do Instituto Butantan.

- Advertisement -

Latest Posts

spot_img

Não Perca

Fique Sempre INFORMADO!

Receba em seu email as últimas notícias de americana e região!

WhatsApp chat