spot_img
spot_img

Últimas Notícias

Força-Tarefa do governo do Estado faz 1,6 mil ações contra festas clandestinas na última noite

- Advertisement -
Balanço da PM aponta 1.559 ações de dispersão e 115 registros de aglomeração, das 21h de sexta (14) às 5h deste sábado (15)

A Força-Tarefa do Governo de São Paulo para fiscalizar aglomerações e eventos clandestinos durante a pandemia registrou mais de 1,6 mil ações em todas as regiões do estado na noite de sexta-feira (15) e madrugada de sábado (16). Na Capital, ao menos quatro estabelecimentos foram autuados por funcionamento irregular.

O combate a infrações do Plano São Paulo aos finais de semana foi intensificado desde fevereiro pelo governo do Estado, em parceria com os órgãos de fiscalização das 645 prefeituras paulistas. A iniciativa cumpre recomendação de especialistas do Centro de Contingência do coronavírus para reduzir a velocidade de contágio, principalmente entre os mais jovens.

Balanço da Polícia Militar aponta 1.559 ações de dispersão e 115 registros de aglomeração em todo o Estado durante o último toque de recolher, das 21h de sexta às 5h de sábado. Somente na Capital, houve 297 dispersões e 34 aglomerações coibidas por policiais. A PM ainda deu apoio a 15 ações de fiscalização de órgãos da Saúde e do Procon, sendo oito na capital.

- Advertisement -

A Vigilância Sanitária Estadual confirmou ainda a autuação de quatro comércios da capital por infrações ao Plano São Paulo. Um estabelecimento no bairro do Tatuapé e outros três na Freguesia do Ó descumpriram horários permitidos de funcionamento, não coibiram aglomerações e permitiram a permanência de pessoas sem máscaras.

COMITÊ DE BLITZE

Criado no dia 12 de março, em parceria com a Prefeitura de São Paulo, o Comitê de Blitze tem como objetivo reforçar as fiscalizações e o cumprimento das medidas restritivas do Plano São Paulo e evitar a propagação do coronavírus.

Integram o Comitê agentes da Guarda Civil Metropolitana e da Covisa (Coordenadoria da Vigilância Sanitária) pela Prefeitura de São Paulo. Pelo Governo do Estado, atuam profissionais da Vigilância Sanitária, Procon e das polícias Civil e Militar.

Qualquer pessoa pode denunciar festas clandestinas e funcionamento irregular de serviços não essenciais pelo telefone 0800-771-3541 e também no site www.procon.sp.gov.br ou pelo e-mail [email protected], do Centro de Vigilância Sanitária.

- Advertisement -

Latest Posts

spot_img

Não Perca

Fique Sempre INFORMADO!

Receba em seu email as últimas notícias de americana e região!

WhatsApp chat