spot_img

Últimas Notícias

Meche defende o voto impresso e auditável

- Advertisement -

Vereadora Juliana vai na linha contrária e diz que os votos já são auditados

Assim como o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), o vereador Marschelo Meche (PSL) defendeu o voto impresso e auditável durante a sessão de Câmara de Americana desta quinta-feira (5).

“Eu acho que o povo tem direito de saber, de ter o voto impresso assim que ele votar porque eu, sinceramente, não confio nas urnas eletrônicas brasileiras. Nos Estados Unidos, eles votam manualmente. Se tem dinheiro para isso, porque o Brasil não coloca esse sistema? Acho que seria mais uma confiabilidade para nossa população”, disse Meche ao JA.

- Advertisement -

“O voto impresso seria mais uma garantia para a própria população para ter certeza no candidato que votou”, afirmou o vereador bolsonarista.  Meche defende a emissão de dois comprovantes por eleitor: um voto ficaria com o votante e o outro comprovante seria depositado em uma urna, para fazer a contagem manual.

A vereadora Juliana Soares do Nascimento (PT) foi no caminho oposto. Citou o manifesto de empresários, de banqueiros, economistas, líderes religiosos e médicos, entre outros profissionais, em defesa do sistema eleitoral brasileiro diante dos ataques do presidente às urnas eletrônicas. “Eu acho muito estranho alguém que é eleito com esse sistema eleitoral se colocar na dúvida em relação a legitimidade desses resultados, porque, ao contrário do que se diz, são auditáveis já”, rebateu Juliana.

Esta proposta do voto impresso ainda está em análise da Câmara dos Deputados.

- Advertisement -

Latest Posts

spot_img

Não Perca

Fique Sempre INFORMADO!

Receba em seu email as últimas notícias de americana e região!

WhatsApp chat