spot_img
spot_img

Últimas Notícias

Atriz mirim de Americana que interpretou Izebel em “Gênesis” renova contrato com a Record

- Advertisement -

Em entrevista ao JA, Clara Martins, de 12 anos, conta um pouco de sua trajetória, sua rotina e suas responsabilidades

A atriz mirim americanense Clara Martins, conhecida por ter interpretado Izebel na novela Gênesis, renova contrato com a Record. Com apenas 12 anos, Clara já conta com diversas passagens na telinha e no cinema. Em entrevista ao JA a atriz revela como foi a sua trajetória até chegar na TV e como é encarar o desafio de atuar em meio às responsabilidades habituais de uma adolescente.

Quando você percebeu que queria ser atriz?
Desde criança eu sempre fui muito desenvolta, sempre gostei de fazer apresentações na escola, de estar no palco. Para mim isso sempre foi uma diversão. Por isso, as pessoas próximas aos meus pais sempre comentavam que eu tinha uma desenvoltura e um talento e que eles deveriam investir nisso.

- Advertisement -

À medida que eu fui crescendo decidi, junto com os meus pais, investir na minha carreira. Primeiro, eu comecei com o meu canal no YouTube. Antes de publicar os primeiros vídeos, nos sentamos e estruturamos tudo o que seria gravado e a abordagem que teríamos no canal. Esse foi o meu primeiro passo para chegar até aqui.

Você foi descoberta através do canal no Youtube?
Depois que eu criei o meu canal, eu adorei ainda mais esse universo porque eu amava criar vídeos. Eu gravava quase todos os dias, descobri que eu adoro falar na frente das câmeras. A partir disso, meus pais resolveram me colocar em cursos de teatro, TV e cinema.

Foi durante esses cursos que você descobriu que era realmente o que queria?
Sim! Ao fazer as aulas eu tive um estalo e disse: eu realmente gosto disso e terei que continuar fazendo! Sentei para conversar com os meus pais e disse para eles que eu realmente gostava de atuar e que é isso que eu queria para a minha vida.

Como você chegou na TV?
Enquanto eu fazia os cursos, participei de uma peça de teatro que foi incrível. Logo depois, fui chamada para participar do filme “Assassinato na Rua do Porto”, que foi meu primeiro filme, e em seguida participei do longa “Rapa Terra – e as bodas de prata”. Depois de participar desses dois filmes eu fui chamada para a TV.

Como foi a mudança para o Rio de Janeiro?
Foi uma decisão muito longa entre meus pais e familiares, pois não conhecíamos ninguém no Rio de Janeiro. Minha família está toda aqui em Americana. Seria uma experiência nova para todos nós. Após optarmos pela mudança, meus pais venderam a nossa casa em Americana e nos arriscamos a morar no Rio. Hoje eu falo que foi uma decisão muito boa, pois o Rio é incrível. Eu adoro morar lá, realmente é uma cidade maravilhosa!

Como faz para administrar o tempo de estudo e o tempo de trabalho?
Eu não deixo acumular os trabalhos da escola. Assim que acaba a aula eu já faço e deixo tudo certinho. O bom é que, durante as gravações, eu sempre recebia os roteiros com dois dias de antecedência, então dava tempo de me preparar e era tranquilo administrar entre as gravações e a escola.

Eu me acostumei com essa rotina porque é uma rotina muito gostosa e prazerosa. Eu estudo de manhã. Durante as gravações de Gênesis eu ia para a escola e depois da aula corria direto para os estúdios da Record, almoçava lá mesmo.

Um dia eu tive prova no mesmo horário de uma gravação. Como eu já havia estudado e estava preparada, eu saí do estúdio, entrei na aula online para fazer a prova, fiz rapidinho e deu tudo certo.

Eu tenho que me dedicar aos estudos, até porque é uma exigência da própria Record, na verdade, de todos as emissoras, senão o juiz não autoriza. Então, se eu for mal na escola, eu não posso atuar. Por isso, eu tenho que ter notas altas.

Como você foi recebida na Record?
Foi uma experiência incrível! Meu primeiro papel na TV foi em uma novela bíblica, então tive que ter muito conhecimento e muita habilidade, sem contar a questão do figurino, das joias e do cenário. Foi uma experiência incrível porque eu aprendi demais.

O Daniel Villas que interpretou o Zion, o pai de Izebel, minha personagem, me ensinou muito. Ele me ajudou na questão de posicionamento diante das câmeras, nos olhares. Outro ator que me ensinou muito foi o Zécarlos Machado, que fazia o Abraão. Ele é uma pessoa muito gentil, muito simpática.

Eu conheci muitas pessoas, fiz bastante amizade com os atores, atrizes, os diretores, os produtores do elenco. Todo mundo me abraçou, a Record é uma família! Do primeiro momento que eu pisei na Record, eu já senti uma energia muito boa.

Como ocorreu a renovação do contrato?
Alguns dias depois que terminei de gravar Gênesis, a Record ligou para a minha mãe dizendo que me contrataria por mais um ano. Eu fiquei sem reação, tamanha a minha felicidade! Fiquei muito grata porque foi a confirmação de toda uma trajetória.

Você já sabe qual será a sua próxima novela?
A assinatura do contrato foi de um ano, então dentro desse período eles podem me chamar. Por enquanto, ainda não tenho nenhuma confirmação de participação em novela, estou aguardando.

- Advertisement -

Latest Posts

spot_img

Não Perca

Fique Sempre INFORMADO!

Receba em seu email as últimas notícias de americana e região!

WhatsApp chat