spot_img
spot_img

Últimas Notícias

Endocrinologia do HC da Unicamp é eleita uma das melhores do mundo

- Advertisement -

O serviço de Endocrinologia do HC atende cerca de mil pacientes de média e alta complexidade por mês e mantém parcerias com outras áreas do HC

O serviço de Endocrinologia do Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp foi reconhecido entre os 125 melhores do mundo de acordo com levantamento anual do The World’s Best Specialized Hospitals 2022, ranking da revista americana Newsweek. De acordo com a análise independente da revista, o serviço de Endocrinologia do HC foi classificado em 105º lugar, atrás apenas dos serviços de Endocrinologia oferecidos nos hospitais Albert Einstein e Sírio Libanês.

O superintendente do HC, Antonio Gonçalves de Oliveira Filho, disse que avaliações independentes como a da revista Newsweek mostram que as atividades realizadas pela equipe do serviço de Endocrinologia são de altíssimo nível, assim como vários outros serviços do hospital.

- Advertisement -

“A busca por prêmios que reconheça o trabalho feito no HC é de extrema importância para a motivação de todos, para o ensino, para a pesquisa e para a assistência de nossos pacientes. Desejo que o serviço de Endocrinologia seja um foco de luz para iluminar e motivar as pessoas a buscarem esse tipo de certificação e reconhecimento”, diz, emocionado, o superintendente do HC.

O serviço de Endocrinologia do HC atende cerca de mil pacientes de média e alta complexidade por mês e mantém parcerias com outras áreas do HC, e da Unicamp, como por exemplo a Pediatria, a Ginecologia, a Anatomia Patológica, a Radiologia, a Medicina Nuclear, a Cirurgia de Cabeça e Pescoço, a Otorrinolaringologia e a Neurocirurgia, e de Campinas, como o Centro Infantil Boldrini.

Atualmente, o serviço de endocrinologia do HC conta com quatro docentes da Faculdade de Ciências Médicas (FCM), as professoras Denise Engelbrecht Zantut Wittmann, Elizabeth João Pavin, Lígia Vera Montali da Assumpção e o professor Marcos Antonio Tambascia; os médicos do serviço Maria Cândida Parisi, Arnaldo Moura Neto e Walter José Minicucci e o professor aposentado colaborador Heraldo Mendes Garmes, além de oito médicos-residentes.

“Somos um serviço enxuto. Nosso diferencial está nas parcerias e na multidisciplinaridade. Como a endocrinologia é uma especialidade abrangente e vasta, nossos serviços são colaborativos. Atendemos pacientes com síndrome metabólica, câncer de tireoide, diabetes do tipo I e II, obesidade, nódulos de tireoide e punção guiada por ultrassom, disfunção de tireoide e neuroendocrinologia. Além disso, em parceria com a Pediatria, nossos residentes participam dos serviços de endocrinopediatria e de distúrbios da diferenciação do sexo, e com a Ginecologia, participamos do serviço de ginecoendocrinologia, entre outros. Nossa equipe está engajada na realização de pesquisas e orientação de pós-graduandos e médicos-residentes em seus trabalhos de conclusão de curso, e na participação em estágios e congressos nacionais e internacionais. Nos desdobramos para atender da melhor forma nossos pacientes”, confidencia a chefe do serviço de Endocrinologia do HC e da disciplina de Endocrinologia da FCM, Denise Wittmann, surpresa com o resultado da revista Newsweek.

Atendimento clínico e pesquisa
A área de endocrinologia ainda desenvolve as seguintes linhas de pesquisa: Marcadores de resistência à insulina e fatores de risco cardiovascular, Fatores prognósticos em carcinoma de tireóide e Distúrbios da diferenciação e determinação do sexo e doenças endócrinas na infância, entre outras pesquisas em parceria com docentes e grupos de pesquisa da FCM e do HC Unicamp.

De acordo com o endocrinopediatra Gil Guerra Júnior, o serviço de endocrinologia do HC só ficou atrás apenas outros dois hospitais brasileiros privados que entraram na classificação da revista Newsweek: o Albert Einstein e o Sírio Libanês. Esses hospitais, segundo Gil Guerra, têm forte investimento em tecnologia, mas o serviço de endocrinologia do HC consegue compensar toda essa parte tecnológica com a qualidade do serviço clínico feito por docentes, médicos, médicos-residentes e enfermeiros.

“Como somos um hospital escola dentro de uma universidade pública, nossos pacientes entendem como a gente se dedica a eles, não só pela assistência, mas pelo ensino e a pesquisa, que são fundamentais na qualidade desse atendimento também. É uma honra estarmos no principal serviço público na área de endocrinologia entre os 125 melhores do mundo”, destaca Gil Guerra.

Ainda de acordo com o médico e também professor da área de pediatria da FCM, quando se fala em endocrinologia não se fala apenas em adultos, mas também em crianças.

“Somos referência na endocrinologia pediátrica na diferenciação do sexo, puberdade precoce, distúrbios de crescimento e uma das referências no estado de São Paulo para a triagem neonatal. Só isto já indica a qualidade do nosso atendimento”, complementa.

O ranking dos Melhores Hospitais do Mundo e especialidades é publicado, anualmente, pela revista Newsweek. São dez categorias: Cardiologia, Cirurgia Cardíaca, Endocrinologia, Gastroenterologia, Neurologia, Neurocirurgia, Oncologia, Ortopedia, Pediatria e Pneumologia.

As classificações são baseadas em recomendações de médicos, pesquisas de satisfação com pacientes e familiares e indicadores de desempenho. O trabalho é feito em parceria com a Statista Inc., uma empresa global de pesquisa de mercado e dados do consumidor.

- Advertisement -

Latest Posts

spot_img

Não Perca

Fique Sempre INFORMADO!

Receba em seu email as últimas notícias de americana e região!

WhatsApp chat