spot_img

Últimas Notícias

Fase Emergencial proíbe retirada em comércios, bares e restaurantes

- Advertisement -

O governo de São Paulo anunciou nesta quinta-feira (11/3) uma fase emergencial para conter o avanço da Covid-19 no estado. A medida, ainda mais rígida do que a fase vermelha do Plano SP, coloca todos os 645 municípios em modo emergência. Além do toque de recolher de 20h às 5h, a decisão prevê o fechamento de praias e parques, e proíbe a realização de cultos religiosos, atividades esportivas coletivas e a retirada de comidas em bares e restaurantesDelivery está liberado 24h e o sistema drive-thru poderá funcionar entre 5h e 20h.

RESUMO DAS RETRIÇÕES:

– Toque de recolher das 20h às 5h.

- Advertisement -

– Retirada de produtos e refeições será proibida; delivery continua 24H.

– Lojas de material de construção vão fechar.

– Teletrabalho será obrigatório para atividades administrativas não essenciais.

– Medidas atingem mais 14 atividades e têm como objetivo tirar 4 milhões de pessoas de circulação.

– Também foram recomendados escalonamentos de horário de atividades para reduzir as aglomerações no transporte coletivo. A indicação é que trabalhadores da indústria entrem entre 5h e 7h, enquanto trabalhadores de serviços entre 7h e 9h. Por fim, trabalhadores do comércio entrem entre 9h e 11h.

– Na rede pública, o governo decidiu antecipar o recesso escolar de abril e outubro para o período de 15 a 28 de março. As unidades ficarão abertas apenas para oferta de merenda e distribuição de material, que deverá ser feita por meio de agendamento prévio.

– Na rede particular, o governo recomendou que a prioridade seja para o ensino remoto, mas permitiu que a rede particular opere com 35% da capacidade.

“Na última reunião (do Centro de COntingência) nós vimos que a situação continuava piorando e seriam necessárias novas medidas ainda mais restritivas. O que nós buscamos não é cercear o trabalho e a vida das pessoas, mas precisamos aumentar o distanciamento. Nesse sentido, sugerimos medidas que pudessem elevar o isolamento para mais de 50%”, explicou Paulo Menezes, coordenador do Centro de Contingência.

Em um vídeo divulgado pela manhã, o governador já havia adiantado que tomaria “medidas impopulares”, aumentando restrições e distanciamento social. Na publicação, o governador de SP destacou que “a nova cepa do vírus é muito agressiva e muito perigosa”.

Chegamos ao momento mais crítico da pandemia, mesmo seguindo recomendações dos maiores especialistas em saúde nossos hospitais estão chegando no limite máximo de ocupação. “O Brasil está colapsando”, afirmou Doria, em vídeo que sua assessoria divulgou nas redes sociais no final desta manhã. “Vou honrar o cargo que ocupo, mesmo que custe a minha popularidade. Só temos o isolamento para reduzir a marcha do vírus.”

As medidas mais restritivas já eram favas contadas nos bastidores do governo paulista, uma vez que a fase vermelha não foi suficiente para conter o vírus. Nesta quarta-feira (10/3), São Paulo registrou 469 óbitos e o país bateu recorde de mortes: 2.349. Mas não só. Superou os Estados Unidos, cuja população é 55,9% maior, no número de novos casos diários e na média movel semanal de óbitos, e se tornou o epicentro da Covid-19 no mundo.

A ocupação de leitos do UTI no estado está em 87,6% e, na Grande SP 86,7%, mas há temor que não seja suficiente e que faltem médicos, enfermeiros e técnicos para trabalhar. No vídeo, Doria afirma que São Paulo tinha 3500 leitos de terapia intensiva e que houve um salto para 9.200. SP tem hoje 11.692 pessoas internadas em UTIs e 9.184 em enfermarias.

- Advertisement -

Latest Posts

spot_img

Não Perca

Fique Sempre INFORMADO!

Receba em seu email as últimas notícias de americana e região!

WhatsApp chat