Redação Jornal Americanense

Unimed participa do plantio de 100 mudas de espécies nativas junto ao Rotary de Santa Bárbara

No último sábado (29), a Unimed Santa Bárbara d’Oeste e Americana, o Rotary Club de Santa Bárbara d’Oeste e o Rotary Club de Santa Bárbara d’Oeste – Progresso participaram do plantio de 100 mudas de árvores de 13 espécies nativas diferentes, em comemoração ao primeiro centenário do Rotary no país.

A ação, realizada na Avenida Tenente João Benedito Caetano, próximo ao cruzamento com a Avenida São Paulo, no futuro Parque Linear do Mollon, em Santa Bárbara d’Oeste, contou com a presença de 90 moradores da região e com a participação da Prefeitura do município e dos colaboradores da área de Sustentabilidade da Unimed, que prestigiaram e participaram do momento de início para a requalificação da área verde do município.

“O cuidado com a comunidade é uma prática em comum entre a Unimed e o Rotary Club. Sabemos que juntos ganhamos força para tornar essas iniciativas mais consistentes, com resultados benéficos para todos, não apenas hoje, mas, principalmente, no futuro”, destacou o médico Cesar Augusto Cielo, CEO da Unimed. 

Rosani Franco de Faria Novaes, presidente da Comissão de Meio Ambiente do Rotary de Santa Bárbara, agradeceu a participação da Unimed. 

“Esse companheirismo é a base do Rotary internacional e é muito importante que a Unimed esteja conosco, participando ativamente desta ação, que contou com a presença de diversos moradores e seus filhos, mostrando a relevância de plantar árvores para o nosso futuro”, disse. 

Sobre o plantio

O plantio de mudas de 13 espécies nativas da Mata Atlântica incluiu, entre outras espécies, amendoim-do-campo (Playpodium elegans), capixingui (Cronton floribundus), embaúba (Cecropia pachystachya) e figueira-branca (Ficus guaranítica), sendo essa última, inclusive, considerada um meio de comunicação dos indígenas tupinambás nativos da Ilha Anchieta (litoral norte de São Paulo) por ter raízes ocas que possibilitavam a emissão de sons. Atualmente, é utilizada em áreas de regeneração por ter altas taxas de crescimento em pouco tempo. O plantio de espécies nativas desse bioma proporciona o sequestro do dióxido de carbono, um dos gases que intensificam o efeito estufa, além de aumentar a biodiversidade do local, já que algumas das espécies de aves podem frequentar a região para se alimentarem de seus frutos.

COmpartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp
Mais lidas

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

Cidades

3 mar 2024

Morreu neste sábado (2), aos 58 anos, o 1º Sargento da Polícia Militar Claudinei Aparecido Ferraris, veterano do 19º Batalhão

Cidades

29 fev 2024

O governador Tarcísio de Freitas voltou à sede da B3 nesta quinta-feira (29) para bater o martelo no leilão internacional

Cidades

29 fev 2024

A Secretaria de Educação de Americana está com 18 vagas de estágio abertas para estudantes do Ensino Superior. São 12

Cidades

29 fev 2024

O Sinditec (Sindicato das Indústrias Têxteis de Americana e Região) lançou nesta quarta-feira (28) o primeiro “Concurso de Comunicação de

Cidades

28 fev 2024

O prefeito de Santa Bárbara d’Oeste, Rafael Piovezan, e a secretária da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de

Cidades

28 fev 2024

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Sumaré, por meio do PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador), realizará o 3º Feirão