Últimas Notícias

Conheça Sheila, a onça-preta que é a nova moradora do Parque Ecológico

- Advertisement -

Sheila é uma onça-preta nascida no Parque Zoobotânico de Carajás, em Parauapebas, no Pará, há aproximadamente 6 anos

O Parque Ecológico Municipal “Cid Almeida Franco” tem uma nova moradora – a onça-preta Sheila – e prepara sua aproximação com o macho Pantanal, que desde 2014 vive sozinho. A expectativa é de que eles possam ser vistos juntos no próximo sábado, dia 21. A onça-pintada, alvo de tantos caçadores pela beleza de sua pele, é atualmente uma das espécies brasileiras mais ameaçadas de extinção e, em Americana, agora há a expectativa do acasalamento e da reprodução.

Sheila está em Americana há 11 meses e, nesse período, os animais entraram num processo de aproximação programada. Num primeiro momento, em recintos separados, puderam perceber a presença um do outro apenas pelo cheiro. A seguir, revezaram-se nos recintos. E depois, ainda separados, puderam fazer contato visual. Há cerca de 1 mês as onças convivem sem barreiras físicas entre elas, na parte reservada do recinto.

- Advertisement -

No dia 21 de maio, pela primeira vez, os visitantes do parque poderão ver o casal junto. “Esperamos que as onças permaneçam na área de exposição. A vinda da onça-preta Sheila faz parte das atividades de preservação da vida animal e estamos muito ansiosos para que o casal possa ser visto pelo público”, declarou a secretária de Cultura e Turismo, Marcia Gonzaga Faria.

Conheça Sheila

Sheila é uma onça-preta nascida no Parque Zoobotânico de Carajás, em Parauapebas, no Pará, há aproximadamente 6 anos. As onças-pretas e pintadas pertencem à mesma espécie, sendo que a preta é uma variação melânica da onça pintada. “Assim como na espécie humana, as onças têm uma diferenciação de pigmentação. As pretas têm maior quantidade de melanina (pigmentação da pele), portanto são escuras, mas também têm pintas, e são bem visíveis quando o animal está exposto ao sol”, explicou a bióloga do Parque Ecológico, Silvia Maria de Campos Machado Ortolano.

A onça-preta chegou a Americana em julho de 2021, depois de uma extensa pesquisa sobre compatibilidade entre as onças de todo o país. “Em meados de outubro de 2020, após várias tentativas, conseguimos uma indicação de transferência de uma fêmea para o pareamento. Obtivemos a indicação de recebimento deste exemplar através do Grupo de Estudos da Onça Pintada, que está sob a coordenação da Associação de Zoológicos e Aquários do Brasil (AZAB) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA). Muitas foram as discussões até que conseguimos avaliar que a onça-preta Sheila teria condições genéticas adequadas para formar um casal em nosso zoológico”, detalhou.

Para recebê-la, a Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur) de Americana, responsável pelo Parque Ecológico, iniciou as melhorias no recinto, com a reforma da piscina, tanque de areia, camas de madeira no cambeamento (área onde os animais dormem ou são confinados, para facilitar diversos tipos de manejo), limpeza e pintura e as tratativas para emissão de documentos necessários para a transferência.

Em junho de 2021, Americana obteve a Guia de Transporte do IBAMA, que autoriza a transferência entre estados, e o transporte aéreo foi feito pela LATAM, através do Programa Voo Solidário, sem custo para o município. O trecho foi de Marabá (PA) até São Paulo, de onde foi feito o transporte via terrestre até Americana.

- Advertisement -

Latest Posts

spot_img

Mais Lidas