Pesquisar
Close this search box.

Redação Jornal Americanense

Grupo de apoio a familiares de crianças com Síndrome de Down pede doação para evento

Grupo Especial Down foi fundado em 2017 e oferece acompanhamento, orientação e ajuda para familiares de crianças com Síndrome de Down

O grupo Especial Down de Americana, formado com o intuito de acompanhar, orientar e ajudar familiares de crianças com Síndrome de Down, pede doações para a realização do evento em celebração ao Dia Internacional da Síndrome de Down comemorado em 21 de março. “A gente solicita brinquedos, jogos de recreação (como brinquedos infláveis para esse dia), personagens vivos e trenzinhos para que as crianças possam ter uma interação, uma realização, um momento bacana com outras crianças”, afirma Roselene Spilla, uma das administradoras do grupo. Aqueles que quiserem ajudar podem entrar em contato com ela através do telefone (19) 9 9731-9538. As doações podem ser feitas por pessoas físicas ou jurídicas.

Em entrevista ao JA, Rosilene contou que o grupo foi fundado em 2017. Embora já existisse antes com o nome de Família Down, a pessoa que comandava o grupo precisou se ausentar e por isso surgiu o Especial Down, com mães de Americana, Santa Bárbara d’Oeste e Nova Odessa.

“A gente faz um trabalho de acolher as mães. Existe todo um processo de compreensão, aceitação, entendimento do que é a Síndrome de Down, quais acompanhamentos a criança precisa”, comente Rosilene. “A minoria dos pais sabe antes. Há uma série de inseguranças e medos de não saber como fazer e proceder. Nós entramos como um grupo de apoio, damos acolhimentos, abraços, mostramos como é possível uma criança se desenvolver”, complementa.

Rosilene destaca ainda o apoio financeiro que o grupo realiza de forma mútua para as famílias de crianças com Síndrome de Down em situação de necessidade. “As famílias têm bastante gasto. Algumas estão sem convênio, outras estão com. Algumas não conseguem fazer terapia pelo convênio. A gente tem que fazer suplementação para a criança, alimentação diferenciada. Tudo isso gera custos maiores do que com qualquer outra criança. A gente se ajuda. Se a criança precisa de leite, se a família está passando por uma situação de desemprego, a gente busca recursos para essa família. Na medida do possível, a gente vai se ajudando.

“A gente se reúne sempre para fazer palestras, promover encontros com as crianças, para lazer, recreação, socialização com diversas finalidades”, comenta Rosilene, ressaltando, no entanto, que por conta da pandemia não realizam um encontro desde 2019. “Quem cuida, também precisa ser cuidado. Existe toda uma angústia, preocupação, um esgotamento físico e mental. E muita coisa que a gente precisa ir atrás”, comenta.

As mães que quiserem participar do grupo Especial Down podem entrar em contato com Rosilene a partir do número (19) 9 9731-9538.

COmpartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp
Mais lidas

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

Cidades

20 maio 2024

A equipe do atendimento itinerante do DAE (Departamento de Água e Esgoto) de Americana estará nesta quarta-feira (22) na unidade

Cidades

20 maio 2024

As oficinas de preparação para processos seletivos e realocação profissional “Emprega-me: construindo o sucesso profissional” continuam nesta quarta-feira (22), no

Cidades

20 maio 2024

A Prefeitura de Americana, por meio da Secretaria de Obras e Serviços Urbanos (Sosu), finalizou nesta segunda-feira (20) a manutenção

Cidades

20 maio 2024

O Painel de Monitoramento da Dengue, da Secretaria de Estado de Saúde, confirmou nesta segunda-feira (20), a segunda morte por

Cidades

19 maio 2024

O CR-3 (Centro de Reservação de Água da Vila Santa Catarina), do DAE (Departamento de Água e Esgoto) de Americana,

Cidades

18 maio 2024

O prefeito de Americana Chico Sardelli (PL) entregou as obras de revitalização da Praça Vinícius de Moraes, no bairro Antônio