Pesquisar
Close this search box.

Redação Jornal Americanense

Escola Estadual “Professor Inocêncio Maia” é tombada e se torna patrimônio cultural de S. Bárbara

Qualquer tipo de intervenção no imóvel, a partir de agora, somente poderá ser realizada com autorização prévia do Município e do Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Bárbara d’Oeste.

A Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste publicou o decreto 7307, de 18 de abril de 2022, que dispõe sobre o tombamento da “Escola Estadual “Professor Inocêncio Maia” como patrimônio cultural, histórico e arquitetônico. A indicação de Tombamento Municipal foi registrado pelo Codepasbo (Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Bárbara d’Oeste) “por razões culturais, sociais, arquitetônica e documental, e por razões éticas, que visam à garantia de que as atuais gerações possam manter esse bem em sua dinâmica social com a continuidade da prática cultural a ele associado”.

O Conselho determinou que o tombamento do Edifício principal da Escola deve ser, conforme rege o artigo 9º da Lei Municipal nº 4080/2019, do tipo “I – Integral”, devendo ser preservados: – Organização espacial;- Composição de fachadas;- Volumetria; – Material de construção ou acabamento; – Sistema construtivo e estrutural e Elementos decorativos e acessórios.

Qualquer tipo de intervenção no imóvel, a partir de agora, somente poderá ser realizada com autorização prévia do Município e do Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Bárbara d’Oeste.

Segundo o secretário de Cultura e Turismo, Evandro Felix, a Administração Municipal mantém um trabalho sério e coletivo com o Codepasbo no desenvolvimento de ações voltadas à preservação da história arquitetônica e afetiva da cidade. “O edifício agora tombado preserva um recorte da arquitetura do seu tempo e guarda bons momentos na vida daqueles que ali estudaram e construíram raízes”, comentou.

História

Localizada na Rua João Lino, no centro da cidade, a Escola Estadual “Professor Inocêncio Maia” iniciou suas atividades em 1942 e desempenha uma função cultural e social de extrema importância e relevância para o Município de Santa Bárbara d’Oeste. O edifício da escola possui um valor arquitetônico por ser um exemplar de arquitetura Neocolonial – primeira manifestação de linguagem arquitetônica que buscava a valorização das manifestações arquitetônicas nacionais. A arquitetura do prédio foi bastante preservada em sua organização espacial, na composição de fachadas, na volumetria, materiais de construção e acabamento, nos sistemas construtivos e estruturais e nos elementos decorativos e seus acessórios.

COmpartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp
Mais lidas

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

Cultura

23 maio 2024

Com intuito de dar detalhes sobre o edital de Credenciamento de Trabalhadores da Cultura como instrutores do Programa de Formação

Cultura

21 maio 2024

Hits que marcaram época vão tomar conta do palco do Teatro Municipal Lulu Benencase, neste sábado (25), com o show

Cultura

21 maio 2024

Verso Vivo” de Santa Bárbara d’Oeste. O público pode vivenciar as apresentações entre os dias 14 e 16 deste mês

Cultura

21 maio 2024

O Teatro Municipal Lulu Benencase apresenta nesta sexta-feira (24), às 21h, a comédia “O Vison Voador”, que traz no elenco

Cultura

21 maio 2024

O Festival Raízes de Santa Bárbara trará uma das maiores duplas do sertanejo brasileiro, Edson & Hudson, neste domingo (26),

Cultura

20 maio 2024

O Cine Biblioteca desta quarta-feira (22) será especial, na semana do Festival “Itália na Brasil”, em comemoração aos 150 anos