Últimas Notícias

Escola Estadual “Professor Inocêncio Maia” é tombada e se torna patrimônio cultural de S. Bárbara

- Advertisement -

Qualquer tipo de intervenção no imóvel, a partir de agora, somente poderá ser realizada com autorização prévia do Município e do Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Bárbara d’Oeste.

A Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste publicou o decreto 7307, de 18 de abril de 2022, que dispõe sobre o tombamento da “Escola Estadual “Professor Inocêncio Maia” como patrimônio cultural, histórico e arquitetônico. A indicação de Tombamento Municipal foi registrado pelo Codepasbo (Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Bárbara d’Oeste) “por razões culturais, sociais, arquitetônica e documental, e por razões éticas, que visam à garantia de que as atuais gerações possam manter esse bem em sua dinâmica social com a continuidade da prática cultural a ele associado”.

O Conselho determinou que o tombamento do Edifício principal da Escola deve ser, conforme rege o artigo 9º da Lei Municipal nº 4080/2019, do tipo “I – Integral”, devendo ser preservados: – Organização espacial;- Composição de fachadas;- Volumetria; – Material de construção ou acabamento; – Sistema construtivo e estrutural e Elementos decorativos e acessórios.

- Advertisement -

Qualquer tipo de intervenção no imóvel, a partir de agora, somente poderá ser realizada com autorização prévia do Município e do Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Bárbara d’Oeste.

Segundo o secretário de Cultura e Turismo, Evandro Felix, a Administração Municipal mantém um trabalho sério e coletivo com o Codepasbo no desenvolvimento de ações voltadas à preservação da história arquitetônica e afetiva da cidade. “O edifício agora tombado preserva um recorte da arquitetura do seu tempo e guarda bons momentos na vida daqueles que ali estudaram e construíram raízes”, comentou.

História

Localizada na Rua João Lino, no centro da cidade, a Escola Estadual “Professor Inocêncio Maia” iniciou suas atividades em 1942 e desempenha uma função cultural e social de extrema importância e relevância para o Município de Santa Bárbara d’Oeste. O edifício da escola possui um valor arquitetônico por ser um exemplar de arquitetura Neocolonial – primeira manifestação de linguagem arquitetônica que buscava a valorização das manifestações arquitetônicas nacionais. A arquitetura do prédio foi bastante preservada em sua organização espacial, na composição de fachadas, na volumetria, materiais de construção e acabamento, nos sistemas construtivos e estruturais e nos elementos decorativos e seus acessórios.

- Advertisement -

Latest Posts

spot_img

Mais Lidas