Pesquisar
Close this search box.

Redação Jornal Americanense

Homem acusado de agredir mulher em academia enviou caixão para primo com câncer

“‘Jason, do câncer, Cancinho. Descanse em paz’, dizia a mensagem Ele me chama de Cancinho”, contou o primo ao Fantástico

O empresário Thiago Brennand, de 42 anos, foi alvo de novas denúncias após ter sido flagrado no início de agosto agredindo uma mulher em uma academia de São Paulo. Agora, seu primo Jason Vieira o acusa de ter lhe enviado um caixão com coroa de flores quando descobriu que fora diagnosticado com câncer.

“‘Jason, do câncer, Cancinho. Descanse em paz’, dizia a mensagem Ele me chama de Cancinho”, contou o primo ao Fantástico. Segundo ele, Thiago ainda teria feito piadas com a sua doença em áudios enviados por um aplicativo de mensagens: “Já tá todo mundo sabendo da metástase, Cancinho. Que pena, hein? Parece ferrugem no teu corpo.”

Jason contou ao programa que sua rivalidade com o primo vem de anos atrás porque ele “nunca engoliu” as ameaças de Thiago. Ele alega ainda que o empresário seria, na verdade, um “herdeiro profissional”.

Ainda segundo o Fantástico, o diploma que Thiago afirmava ter pela Universidade de Oxford foi desmentido pela instituição, que não encontrou nenhum registro de ex-alunos com seu nome. Nos últimos dias, o empresário tornou privados seus perfis nas redes sociais.

Agressão sexual

A produção do Fantástico também ouviu uma mulher que alega ter sido agredida física, verbal e sexualmente por Thiago Brennand. O empresário teria feito a mulher de refém em sua casa, tatuado suas iniciais no corpo da vítima sem autorização e depois ameaçado ela e seus familiares de morte, segundo áudios exibidos no programa.

Na mesma reportagem, o primo de Thiago afirma ter conhecimento de aproximadamente 40 casos similares envolvendo mulheres de Recife.

“Eu queria encorajar todas as mulheres daqui de Pernambuco, que eu sei de mais de 20, 30, 40 casos, dos mais diversos tipos. Seja de agressão, de estupro, que criem coragem para ver se esse cara leva alguma punição”, disse Jason.

No domingo, o Ministério Público de São Paulo denunciou Thiago pelos crimes de lesão corporal e corrupção de menores. As denúncias são referentes às agressões praticadas em uma unidade da academia Bodytech, no Shopping Iguatemi, que segundo o órgão ocorreram na presença do seu filho.

O Estadão apurou que o empresário teria induzido o filho, menor de idade, a praticar injúria e ameaça contra a mulher. O promotor pede que a Justiça determine o pagamento de R$ 100 mil à vítima por danos morais.

Em nota enviada ao Fantástico, os advogados de Thiago Brennand negaram todas as acusações contra o cliente e afirmaram que ele “jamais forçou suas parceiras a terem relações sem o uso de preservativo, respeitando estritamente os limites estabelecidos por elas e agindo sempre com seu consentimento”. Disse ainda que ele “nunca respondeu a uma ação penal”.

COmpartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp
Mais lidas

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

Polícia

28 maio 2024

Na madrugada desta terça (28), uma operação de fiscalização resultou na prisão de um indivíduo que estava portando simulacros de

Polícia

27 maio 2024

Equipes da Gama (Guarda Municipal de Americana) atenderam a uma denúncia anônima de maus-tratos a animais na Vila Mathisen. Ao

Polícia

27 maio 2024

Dois homens foram detidos por policiais militares durante assalto a uma residência no Jardim Ipiranga, na manhã desta segunda-feira (27).

Polícia

27 maio 2024

Um homem foi detido pela Polícia Rodoviária, na rodovia Anhanguera, na noite deste domingo (26), com um carro roubado, joias,

Polícia

25 maio 2024

Na noite de sexta-feira (24), um incêndio de grandes proporções devastou um depósito de recicláveis no Distrito Industrial de Santa

Polícia

22 maio 2024

Estatísticas divulgadas pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo revelam que Sumaré registrou uma queda significativa de 47,5% no