Redação Jornal Americanense

Homem é detido após invadir creche duas vezes nesta semana

Um homem de 59 anos foi detido pela Guarda Municipal após invadir a creche da Escola Municipal Sylvino Chinelatto Caic, no Jardim da Paz, em Americana, duas vezes nesta semana.

Segundo informações, o homem teria acessado as dependências da escola na segunda-feira (17), por volta das 18h, quando não havia mais alunos na unidade. Ele foi abordado pelo caseiro da escola, que o questionou sobre sua presença no local e o conduziu para fora da escola.

No entanto, nesta terça-feira (18), por volta das 11h, o mesmo homem retornou à escola no horário da saída das crianças. A equipe escolar acionou a Guarda Municipal, que se dirigiu ao local imediatamente. Ao notar a presença dos guardas, o homem fugiu em uma moto. Felizmente, ele não estava armado e não teve contato com nenhum estudante.

Graças ao sistema de monitoramento da Muralha Digital, a Gama conseguiu identificar o homem pela placa de sua moto e, assim, seu endereço. Ele foi encontrado em casa e conduzido à CPJ (Central de Polícia Judiciária) para prestar depoimento à Polícia Civil.

COmpartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp
Mais lidas

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

Polícia

1 mar 2024

Na noite da última quinta-feira (29), um incêndio de grandes proporções atingiu um depósito de recicláveis localizado na Avenida da

Polícia

29 fev 2024

Na tarde desta segunda-feira (26) uma tragédia em São Paulo vitimou fatalmente José Ribeiro, um morador de 60 anos da

Cidades, Polícia

23 fev 2024

Um acidente envolvendo dois caminhões e um automóvel deixou uma vítima fatal na Bandeirantes, em Santa Bárbara d’Oeste, nesta sexta-feira

Polícia

22 fev 2024

Daniel Alves, ex-jogador da Seleção Brasileira, foi condenado a 4 anos e 6 meses de prisão por estupro. A sentença

Polícia

21 fev 2024

A vendedora Thamiris Nathalia Rulim, de 32 anos, é a primeira vítima de feminicídio em Piracicaba. Ela foi morta pelo

Polícia

17 fev 2024

Nesta sexta (16) Americana foi palco de um trágico acidente que resultou na morte de Antônio Ivan Moura Caetano, motoboy