Pesquisar
Close this search box.

Redação Jornal Americanense

Americana vira a página da crise com balanço com superávit e alta em investimentos

Receita do último quadrimestre de 2022 superou despesas e demonstrou a retomada da atividade econômica no município. Investimentos em saúde e educação aumentaram e setor de serviços teve crescimento de 18%, arrecadando R$ 132,1 milhões.

Após um longo processo de dificuldades financeiras, a administração Chico Sardelli vira a página da crise vivida pela administração municipal nos últimos oito anos, apresentando a arrecadação recorde superior a R$ 1 bilhão, mantendo o equilíbrio fiscal, retomando o setor de serviços, sem deixar de investir nas áreas de saúde e educação.

Em audiência pública realizada nesta sexta-feira (24), a Secretaria da Fazenda apresentou os dados financeiros referentes ao terceiro quadrimestre de 2022 e os vereadores elogiaram as soluções tomadas pela Prefeitura como transparentes, planejadas e consistentes.

De acordo com os dados apresentados durante a audiência realizada pela Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara Municipal nesta sexta-feira (24), a receita do município foi maior do que as despesas realizadas no terceiro quadrimestre do exercício de 2022.

A receita total arrecadada ficou em R$ 1.163.584.627,51 e as despesas registradas ficaram em R$ 1.051.768.528,54, totalizando um superávit no período de R$ 111.816.098,97. Além disso, as despesas com pessoal somaram R$ 430.042.810,13 no período, alcançando um comprometimento de 38,95% do orçamento, abaixo do limite legal de 54% estipulado pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Entre os serviços com maior investimento, estão Saúde e Educação. Na primeira, o montante aplicado liquidado foi de R$ 197.639.747,62, o que equivale a 26,63% do orçamento – número superior ao limite mínimo exigido por lei, que é de 15%. Já na educação, o valor chegou a R$ 198.813.042,92, correspondente a 26,4% do orçamento – também acima do percentual mínimo exigido, que é de 25%.

Além disso, houve um crescimento de 18,04% na arrecadação do Imposto Sobre Serviços (ISS), que foi de R$ 132.140.957,00, em comparação com o mesmo período no ano anterior, que foi de R$ 111.941.978,00. Esse aumento na arrecadação indica uma retomada na área de serviços na cidade.

“Atingimos o superávit, que é crescente desde 2017, e cumprimos as metas para saúde e educação. Os números demonstram o cuidado da gestão. Temos uma dívida de longo prazo que vem sendo discutida, que é alta devido a precatórios e parcelamentos do INSS. Estamos propondo melhorias para facilitar o pagamento dos contribuintes para que a adimplência continue mantendo a taxa alta que temos hoje”, comentou a secretária municipal de Fazenda, Simone Inácio de França Bruno.

Foto: Fernando Giordano

COmpartilhe

Facebook
X
WhatsApp
Mais lidas

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

Polícia, Política

12 jul 2024

A Polícia Civil de São Paulo solicitou um prazo de 90 dias para concluir a investigação sobre o candidato à

Brasil, Economia

12 jul 2024

Aprovada pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC) em 13/06 deste ano, a Resolução nº 1.732 permite aos alunos do curso

Cidades

12 jul 2024

A RMC (Região Metropolitana de Campinas) deve enfrentar um fim de semana marcado por variações climáticas, conforme indicam as previsões

Cidades

11 jul 2024

O Estado de São Paulo registrou em junho queda de 41% em focos de incêndios florestais em áreas protegidas e

Cidades

11 jul 2024

Férias escolares, tempo firme e bons ventos trazem de volta a temporada de pipas aos céus. Para que a

Cidades

11 jul 2024

A loja do bairro São Domingos da rede Pague Menos, em Americana, recebeu a terceira edição de 2024 do projeto