Redação Jornal Americanense

Prefeito Chico Sardelli é diagnosticado com H1N1, mas se recupera

No entanto, sua assessoria afirmou que, mesmo afastado fisicamente, o prefeito continua desempenhando suas funções à distância

O prefeito de Americana, Chico Sardelli (PL), encontra-se em processo de recuperação após ser diagnosticado com gripe H1N1. A notícia foi divulgada na noite desta terça-feira (5).

Enquanto se recupera, o prefeito não deve desempenhar atividades presenciais. Esta ausência foi notada durante um evento realizado na manhã de hoje, onde Americana recebeu um importante aporte de R$ 200 mil em equipamentos destinados à Assistência Social.

Chico Sardelli não pôde comparecer ao evento, conforme esperado, devido ao seu estado de saúde. No entanto, sua assessoria afirmou que, mesmo afastado fisicamente, o prefeito continua desempenhando suas funções à distância, garantindo a continuidade das atividades administrativas.

A gripe H1N1 é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza A H1N1. Embora seja geralmente tratável e com prognóstico positivo, requer cuidados e repouso para uma completa recuperação.

COmpartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp
Mais lidas

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

Política

17 abr 2024

O deputado federal Glauber Braga (PSOL-RJ) empurrou e expulsou das dependências da Câmara dos Deputados um integrante do Movimento Brasil

Brasil, Política

16 abr 2024

O projeto, do deputado federal José Guimarães (PT-CE), recebeu voto favorável do senador Randolfe Rodrigues (sem partido-AP) na CAE (Comissão

Brasil, Política

12 abr 2024

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou, com veto, nesta quinta-feira (11), o projeto de lei que acaba com

Política

10 abr 2024

A fim de fortalecer os laços comerciais e culturais entre Sumaré e a índia, o prefeito Luiz Dalben e o

Política

8 abr 2024

Nesta sexta-feira (5) o ex-secretário de Governo da Prefeitura de Sumaré, Eder Dalben, se filiou ao Cidadania. O ato de

Política

5 abr 2024

O deputado estadual Dirceu Dalben reuniu-se esta semana com o governador Tarcisio Gomes de Freitas e, na pauta, estavam novos