Últimas Notícias

Rafael de Barros: Vote em bons projetos, não em pessoas

- Advertisement -

2022 é ano de eleições federais e estaduais, e, como em toda eleição, é de extrema importância saber conscientemente em quem votar.

Essa missão se torna cada vez mais difícil, visto que o que motiva as pessoas a votarem em A ou em B é muito bem estudado e conhecido pela grande maioria dos marqueteiros que trabalham nas campanhas. Então quase todos os candidatos sabem o que falar, e o que não falar para te convencer a votar nele.

A questão é que muita gente ainda vota na pessoa do candidato, com decisões baseadas em “ah, eu acho ele legal”, ou “eu não gosto da forma que o outro se comporta”.

- Advertisement -

Temos que pensar sempre que escolheremos o “gerente” da nossa empresa chamada Brasil e Estado de São Paulo, no nosso caso aqui. Além disso, também escolheremos os “diretores”, que ajudarão na gestão e aprovarão as regras de como essa nossa empresa funcionará. Se a empresas fosse sua, e dela saísse o sustento da sua família, você contrataria o gerente por achar ele legal ou você iria querer saber como ele toma decisões, e quais projetos ele teria para sua empresa?

Por isso eu sempre digo: conheça as opções de candidatos antes de votar. Mas não conheça apenas a forma que ele se comporta com as câmeras ou como fotografa nas redes sociais. Isto tudo é importante, mas se for apenas isso é muito superficial.

Veja os trabalhos que ele já realizou nos cargos que ocupou. Foi honesto? Foi trabalhador? Qual foi a ação quando precisou tomar uma decisão difícil? Outra coisa de extrema importância: qual ideologia ele REALMENTE defende? Ideologia é algo muito relevante, porque é a base mental que orienta a tomada de decisão do gestor. Um político de esquerda e um de direita se basearão em modelos completamente opostos para tomarem suas decisões, independentemente se parecem simpáticos ou antipáticos para você. A condução da economia, por exemplo, que é o motor de qualquer governo, será consideravelmente diferente em ideologias diferentes, independentemente se o seu candidato é polido ou grosseiro. Sendo assim, é imprescindível que se conheça esses detalhes.

Dessa forma, o conselho que dou é: vote em projetos, não em pessoas. Esqueça a pessoa que está ali como candidato, e pense no seu projeto, em quem será sua equipe (extremamente importante) e quais bandeiras ele defende de verdade. Porque quando votamos não estamos escolhendo alguém para entrar para a família, mas sim alguém para gerir eficientemente o dinheiro que pagamos a cada compra que fazemos ou de cada minuto que trabalhamos, recolhidos de nós através dos impostos.

Pesquise, estude, se dedique. O que você vai fazer nas urnas esse ano com certeza é uma das suas decisões mais importantes da sua vida. E vai impactar incrivelmente como será seu país e seu estado nos próximos anos. Nosso Brasil agradece.

- Advertisement -

Latest Posts

spot_img

Mais Lidas