Últimas Notícias

Sessão da câmara é marcada por bate-boca e interrupções durante debate sobre hospital psiquiátrico

- Advertisement -

Vereador Dr. Daniel discutiu com presidente do hospital Seara após acusação de que assessoria do parlamentar teria criticado administração do órgão e supostamente ameaçado “ir para cima” com acusações

A sessão da Câmara de Americana desta quinta-feira (2) foi marcada por discussões, tanto no plenário quanto na galeria, que teve a crise financeira do Hospital Seara, que oferece atendimento psiquiátrico para a rede pública e por meio de convênio.

Com plenário da Câmara Municipal de Americana lotado, o médico e presidente do hospital, Getúlio Thuler, e seu filho, o médico Fábio Thuler, para falar sobre a situação financeira do Seara.

- Advertisement -

Na ocasião, supostas acusações da assessoria parlamentar do vereador Daniel Cardoso, o Dr. Daniel (PDT), sobre má-gestão do hospital vieram à tona e o clima esquentou.

Dr. Getúlio e Dr. Fábio utilizaram da Tribuna Livre para expôr aos vereadores a situação financeira do Seara. Contudo, no momento da fala do Dr. Daniel, o público presente o acusou de fazer parte de “pessoas maldosas” que vêm atribuindo as dificuldades do hospital a má gestão.

Foto: Vereador Daniel Cardoso (PDT)

Daniel abriu o discurso se identificando como defensor do hospital e, depois de ser interrompido por acusações do público de que membros da assessoria dele teriam criticado o hospital, tentou dizer que se tratava de “montagem” e de “mal entendido”.

Ao utilizar a tribuna para responder, Getúlio Thuler se emocionou ao falar sobre as alegações de “má administração” e questionamentos sobre a transparência da utilização da verba recebida pelo hospital.

“O que eu coloquei foi a maldade que foi feita… falava que era do seu assessor. Eu tenho áudio disso. Dizendo que é má administração e que o hospital Seara ganha muito dinheiro. Isso é maldade. Isso eu não aceito”, disse Getúlio ao vereador.

Fábio completou a fala do pai. “Daniel, me admira muito o senhor como médico, sabendo as dificuldades do setor de psiquiatria [falar isso]. Eu tenho áudio. Eu vou passar o áudio sim pra Comissão de Ética da Câmara, pois isso é um absurdo. Existe acusações gravíssimas de má administração e que vocês viriam para cima da gente por causa disso. Eu não preciso nem falar nada. Isso está gravado, eu tenho prova”.

Foto: Dr. Getúlio e Dr. Fábio usam a Tribuna Livre.

O parlamentar primeiro tentou se defender alegando que o áudio se tratava de montagem. E depois afirmou que “se houver algum assessor que tenha cometido este erro, eu vou assumir as responsabilidades”. O vereador ainda tentou alegar que a responsabilidade da informação errônea teria sido do jornalista que publicou a matéria, mas foi novamente rebatido pelo Dr. Fábio:

“E o senhor pega e não vai checar antes de espalhar a informação? Pois isso espalhou por toda Americana…”

A plateia presente se manifestou novamente com gritos de apoio aos gestores e contra o parlamentar. O presidente da Câmara, Thiago Martins (PV) teve que intervir e pedir calma aos participantes. Por fim, Cardoso deu por encerrada sua fala.

Segundo embate

Outros vereadores se manifestaram defendendo o hospital Seara. Mais uma vez, Dr. Daniel solicitou a palavra e, em posse de novos documentos, tentou se pronunciar alegando que estava correto em suas colocações anteriores, mas foi repreendido por Fábio Thuler.

“É interessante você pegar uma coisa que não entende nada e querer avaliar em 5 minutos, julgar e sair espalhando. Aí exige responsabilidade do que você fala. Foi“É interessante você pegar uma coisa que não entende nada e querer avaliar em 5 minutos, julgar e sair espalhando. Aí exige responsabilidade do que você fala. Foi um erro. Então assuma o erro com hombridade. Fale ‘eu errei’ e pronto. Aí encerrou assunto”, disse.

Fábio respondeu ainda a questionamentos de Cardoso sobre o repasse de verbas e custos de funcionários, bem como repasse de verba municipal.

“Eu vou te explicar, pois você está misturando o pagamento. Eu vou ensinar para você. Era para você saber, pois você é vereador, mas eu vou te ensinar. O senhor não sabe do que está falando”, afirmou.

Dr. Daniel interrompeu o gestor e novamente tentou se explicar, mas novamente foi interrompido pela manifestação da plateia. Mais uma vez o presidente da Câmara, Thiago Martins (PV), teve que intervir e pedir calma. Foi necessário pausar a sessão da Câmara e interromper por alguns minutos. Ao retornar, a palavra foi novamente encaminhada ao Dr. Fábio para encerramento.

Conforme lembrado pelos gestores no início da sessão, a administração do Hospital Seara já foi motivo de elogios em toda a cidade e região. Recentemente, Dr. Getúlio recebeu a honraria de Título de Cidadão Americanense na Câmara Municipal e, na época, foi alvo de elogios. O gestor ficou a frente do hospital São Lucas por mais de duas décadas e nos últimos 4 anos está à frente do Hospital Seara, até então recebendo elogios pela sua atuação humanitária e de qualidade.

Discussão na galeria

Ao mesmo tempo em que o clima esquentava no plenário, no público, grupos de apoiadores do hospital discutiram com Adriana Cardoso, esposa do Dr. Daniel e famosa por polêmicas no âmbito político da cidade. Um dos assessores de Daniel também chegou a discutir com o vereador Thiago Brochi. O que deixou a sessão repleta de interrupções e pausas.

- Advertisement -

Latest Posts

spot_img

Mais Lidas