Beto Silva

Estado disponibiliza ferramenta online para atendimento a vítimas de animais peçonhentos

A Secretaria de Estado da Saúde lançou uma ferramenta online para facilitar a localização e identificação dos 220 pontos de atendimento soroterápico para vítimas de escorpião, aranha, serpente e lagartas

A Secretaria de Estado da Saúde lançou uma ferramenta online para facilitar a localização e identificação dos 220 pontos de atendimento soroterápico para vítimas de escorpião, aranha, serpente e lagartas. O Mapa Interativo, desenvolvido pelo Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE), fornece as informações necessárias para buscar ajuda em emergências, sobretudo, no período quente e chuvoso, época em que este tipo de acidente mais acontece.

Na Região, são pontos de atendimento: O Hospital Municipal Waldemar Tebaldi (Americana), Pronto-Socorro Dr. Edson Mano (Santa Bárbara d’Oeste) e o Hospital Estadual Dr. Leandro Franceschini (Sumaré). Ambos atendem vítimas de acidentes com aranhas das espécies marrom e armadeira e escorpiões e disponibilizam os soros escorpiônico e aracnídico.

Em 2023, o Estado de São Paulo registrou 70.800 acidentes notificados com animais peçonhentos e 23 óbitos, sendo que 444 acidentes ocorreram na capital. Os municípios com mais registros foram Araçatuba (7.340 casos), São José do Rio Preto (6.753 casos) e Ribeirão Preto (4.174 casos).

Casos na Região

Em Americana, ano passado foram registrados 439 acidentes com escorpiões e outros 47 com aranhas. Neste ano, foram 19 ocorrências com escorpiões. Nos dois períodos, não houve mortes, segundo informações da Secretaria de Saúde.

Já em Nova Odessa, em 2023 os acidentes com animais peçonhentos somaram 110 ocorrências. Em janeiro, a cidade registrou 11 acidentes. As demais cidades não informaram o número de casos.

Mapa Interativo, a ferramenta online

Além de facilitar a localização dos pontos de distribuição de soro, o Mapa Interativo visa diminuir o tempo entre o acidente e o tratamento, possibilitando que a vítima seja levada imediatamente ao serviço de saúde mais próximo e receba o tratamento adequado em um menor espaço de tempo.

“Fatores como o aumento da urbanização, desmatamento, turismo ecológico e alterações climáticas podem estar relacionados ao crescimento de casos. O aumento da oferta de detritos alimentares proporciona um ambiente ideal para a proliferação de roedores e baratas, que por sua vez possibilita aumento do número de serpentes, escorpiões e aranhas em convívio mais próximo com o ser humano”, explica a médica veterinária do CVE, Gisele Freitas.

Crianças de até 10 anos precisam receber o soro antiescorpiônico em até 1h30 após terem sido picadas por escorpião. “Se uma criança saudável começar a chorar intensamente e aparentar muita dor, é necessário pensar em acidente com escorpião e procurar atendimento médico imediatamente”, alerta a especialista.

Para acessar a ferramenta online, clique no endereço: https://cievs.saude.sp.gov.br/soro/

COmpartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp
Mais lidas

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

Saúde

1 mar 2024

A Secretaria de Saúde de Sumaré realizou no último sábado, dia 24, o Dia D de Combate à Dengue. O

Saúde

1 mar 2024

A Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste investiu mais de R$ 236 milhões em Saúde em 2023. Somente com recursos próprios,

Saúde

23 fev 2024

O vereador Leco Soares (Podemos) reuniu-se na quarta-feira (21) em Brasília com a deputada federal Renata Abreu (Podemos), para tratar

Saúde

21 fev 2024

Um homem de 44 anos foi diagnosticado com chikungunya em Santa Bárbara, tornando-se o primeiro caso confirmado da doença na

Saúde

20 fev 2024

A Prefeitura de Sumaré entrega nesta sexta-feira (23) às 10 horas, as novas sedes do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel

Saúde

15 fev 2024

Alex, um morador de 38 anos de Americana, está liderando uma campanha para recuperar sua capacidade de andar após um