Pesquisar
Close this search box.

Redação Jornal Americanense

Professores terão formação em violência doméstica contra a criança e o adolescente

O curso terá duração total de 13 horas com encontros presenciais e remotos, via Google Meet, às terças e quintas-feiras

Professores e gestores da rede municipal de ensino iniciam na próxima semana uma formação em violência doméstica contra a criança e o adolescente ministrada pelo Prof. Dr. Sidney Aguilar Filho e promovida pela Prefeitura de Americana, por meio da Secretaria de Educação.

O curso terá duração total de 13 horas com encontros presenciais e remotos, via Google Meet, às terças e quintas-feiras. São, ao todo, 95 vagas e já há uma fila de espera de 85 participantes para os encontros on-line. As formações presenciais acontecem nos dias 09, 16, 23, 30 de agosto e 06 de setembro no CIEP “Prof. Octávio César Borghi”, na Cidade Jardim. Já os encontros virtuais serão nos dias 11, 18 e 25 de agosto e 01 e 08 de setembro.

“A preservação da infância e da adolescência é uma temática fundamental para a administração do prefeito Chico Sardelli e estamos trabalhando na construção de uma sociedade com mais equidade. Neste sentido, esta formação representa mais uma ferramenta de trabalho no cotidiano das escolas, pois entendemos que o ambiente escolar deve ser um espaço em que nossos estudantes se sintam acolhidos pelos educadores”, declarou o secretário de Educação, Vinicius Ghizini.

O curso trará conceitos para auxiliar intervenções sociais de professores e gestores diante de casos de violência e exploração de crianças e adolescentes, permitindo a reflexão sobre o uso sistemático da violência física e moral nos processos educativos na História brasileira. A formação trará bibliografia e dados contemporâneos sobre o assunto, subsidiando práticas educativas e políticas públicas capazes de garantir direitos inalienáveis a todo ser humano, incluindo os direitos à aprendizagem, ao amor, à dignidade e à liberdade, que tendem a desaparecer em situações de violência e de exploração do trabalho.

Aguilar Filho possui bacharelado em História pela Universidade de São Paulo, licenciatura em História pela Universidade de São Paulo, mestrado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Campinas, doutorado em Filosofia e História da Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2011), com pós-doutoramento em História da Educação pela Universidade Estadual Paulista.  Pesquisador em regime de Pós-Doutoramento em História na Universidade Estadual de Campinas, é professor e historiador com menção honrosa no Prêmio Capes de Tese 2012 da área de Educação e Prêmio Fundação Carlos Chagas/Fundação Conrado Wessel pela contribuição à Educação brasileira.

COmpartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp
Mais lidas

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

Cidades

14 jun 2024

O prefeito de Santa Bárbara d’Oeste, Rafael Piovezan (PL), e o governador do Estado de São Paulo, Tarcísio de Freitas

Cidades

14 jun 2024

O prefeito de Americana, Chico Sardelli, inaugura na segunda-feira (17), às 10h30, o Serviço de Acolhimento Institucional para Jovens e

Cidades

14 jun 2024

O prefeito de Santa Bárbara d’Oeste, Rafael Piovezan, recepciona nesta sexta-feira (14), às 17 horas, o governador do Estado de

Cidades

14 jun 2024

A Prefeitura de Sumaré está dando continuidade aos trabalhos de recapeamento asfáltico na cidade, agora alcançando as ruas do Jardim

Cidades

14 jun 2024

A partir de segunda-feira (17) o Desenvolve Santa Bárbara oferecerá 876 vagas de emprego ao trabalhador (a). São oportunidades para

Cidades

12 jun 2024

A Prefeitura de Americana, por meio da Secretaria de Obras e Serviços Urbanos (Sosu), finalizou nesta quarta-feira (12) a pavimentação