Últimas Notícias

OMA comemora 37 anos com observação especial da Lua e de Saturno com seu sistema de anéis

- Advertisement -

Além das observações aos telescópios, outras atividades ajudarão a compor uma rica experiência aos visitantes, inclusive o bate-papo astronômico com o responsável pelo OMA

O Observatório Municipal de Americana (OMA), ligado à Secretaria de Cultura e Turismo de Americana, abre as portas ao público excepcionalmente na próxima quinta-feira (4), às 19h, em comemoração aos seus 37 anos de atividade.

De acordo com o astrônomo e responsável pelo espaço, Carlos H. A. Andrade, durante a semana, dois astros chamarão a atenção: a Lua, que estará em sua melhor fase (Crescente) para a observação, e o planeta Saturno com seu sistema de anéis, que nessa época começa a ser observado a partir das 21h.

- Advertisement -

“Além das observações aos telescópios, outras atividades ajudarão a compor uma rica experiência aos visitantes, inclusive o bate-papo astronômico, que entretêm os visitantes por um longo tempo”, explicou.

O OMA recebe visitas em grupos de 10 pessoas, às quartas e sextas-feiras, mediante inscrição pelo telefone (19) 3408-4800. São quatro grupos de visitação por noite, às 19h, 20h, 21h e 22h. “Por conta da data comemorativa, o OMA abrirá suas portas ao público excepcionalmente na quinta-feira (dia 4) também, quando serão atendidos, conforme já ocorre nos demais dias, 4 grupos.”, detalhou Andrade.

A visita dura em média 50 minutos e, em caso de tempo nublado ou chuva, a agenda é cancelada, sendo necessária a marcação de nova data. Por questões de segurança, crianças com menos de 5 anos não podem entrar na cúpula, tendo acesso ao terraço do Observatório na companhia de um adulto.

O acesso ao OMA é feito pela entrada do Jardim Botânico Municipal “Prefeito Carroll Meneghell”, localizado à Rua Abrahim Abraham, s/nº, no bairro Parque Residencial Nardini.

História

O OMA foi inaugurado em 4 de agosto de 1985 pelo então prefeito Carroll Meneghel e, de acordo com Andrade, foi o segundo de sua modalidade em todo o país – o primeiro foi o de Campinas, em 1977 – e o primeiro a ser instalado dentro de um Parque Ecológico.

“Ele foi produto de um projeto idealizado por dois astrônomos de Campinas, Nelson Travnik e Jean Nicolini (já falecido), em parceria com o astrônomo americanense Guilherme Grassmann, do Observatório Sagitário, o qual foi posteriormente apresentado ao então DECET (Departamento de Educação, Cultura, Esportes e Turismo)”, disse.

Além das observações abertas ao público, o OMA desenvolve atividades no atendimento a grupos escolares e científicas, como registros fotográficos de todos os eclipses lunares e solares e de cometas vistos de Americana e região.

- Advertisement -

Latest Posts

Mais Lidas