Redação Jornal Americanense

Polonesa que suspeitava ser Madeleine não é Madeleine

O exame de DNA da jovem polonesa Julia Faustyna, que apareceu nas redes sociais nos últimos meses afirmando que poderia de fato ser Madeleine McCann, deu negativo.

Desse modo, o resultado do teste corrobora a hipótese da polícia, que já havia vindo a público para afirmar que ela não era a garota que havia desaparecido em Portugal no ano de 2007.

De acordo com o exame de DNA, descobriu-se que Julia Faustyna é 100% da Polônia, com alguma herança genética que pode ser traçada das terras russas e lituanas. Não há qualquer raiz inglesa ou alemã em seu DNA.

Há um tempo, Julia vinha publicando conteúdo em suas redes sociais comparando a sua fisionomia com a de Madeleine e lançando a tese de que ela poderia ser de fato a menina que desapareceu aos três anos em férias com os pais.

COmpartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp
Mais lidas

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

Polícia

1 mar 2024

Na noite da última quinta-feira (29), um incêndio de grandes proporções atingiu um depósito de recicláveis localizado na Avenida da

Polícia

29 fev 2024

Na tarde desta segunda-feira (26) uma tragédia em São Paulo vitimou fatalmente José Ribeiro, um morador de 60 anos da

Cidades, Polícia

23 fev 2024

Um acidente envolvendo dois caminhões e um automóvel deixou uma vítima fatal na Bandeirantes, em Santa Bárbara d’Oeste, nesta sexta-feira

Polícia

22 fev 2024

Daniel Alves, ex-jogador da Seleção Brasileira, foi condenado a 4 anos e 6 meses de prisão por estupro. A sentença

Polícia

21 fev 2024

A vendedora Thamiris Nathalia Rulim, de 32 anos, é a primeira vítima de feminicídio em Piracicaba. Ela foi morta pelo

Polícia

17 fev 2024

Nesta sexta (16) Americana foi palco de um trágico acidente que resultou na morte de Antônio Ivan Moura Caetano, motoboy