Redação Jornal Americanense

Americana passa a contar com Residência Terapêutica na rede de saúde mental

O município de Americana passou a contar na última semana com uma Residência Terapêutica, serviço que integra a rede de saúde mental do município. Trata-se de uma das diretrizes da Política Nacional de Saúde Mental para atender usuários com histórico de internação de longa permanência, egressos de hospitais psiquiátricos.
 
O objetivo da Residência é o resgate da cidadania do indivíduo, promovendo laços afetivos, a reinserção nos espaços sociais, retomada da vida cotidiana e a reconstrução das referências familiares.
 
A Residência está localizada na Rua das Figueiras, nº 48 – no Jardim São Paulo. Ela possui nove cômodos, sendo quatro quartos, dois banheiros, uma sala, uma cozinha e uma área de serviço, além de um quintal amplo, que deverá ser utilizado para atividades diversas, como a prática de atividade física, por exemplo. No local poderão permanecer até dez indivíduos, de ambos os sexos.
 
O primeiro residente a ocupar a casa é uma mulher oriunda de Itupeva (SP), cuja inserção foi referenciada pelo DRS-7 (Departamento Regional de Saúde – Campinas). A moradora foi acolhida nesta segunda-feira (15) pela equipe multidisciplinar da ONG (organização não governamental) AVL – Associação Vinde à Luz.
 
O prefeito Chico Sardelli comemorou o fato de Americana abrir as portas do novo serviço, que irá acolher e acompanhar pacientes do município, e também da região, que não possuem mais contatos familiares.
 
“Nós estamos muito felizes em poder oferecer este espaço, totalmente mobiliado, com uma equipe de trabalho voltada exclusivamente ao acolhimento e acompanhamento desses indivíduos que perderam seus vínculos familiares durante o período em que estiveram internados em alguma instituição psiquiátrica”, disse Chico.
 
A Residência Terapêutica em Americana foi possível graças a uma emenda parlamentar intermediada pelo vice-prefeito Odir Demarchi, no valor de R$ 400 mil, do deputado federal Miguel Lombardi, além de R$ 20 mil de contrapartida da prefeitura e R$ 20 mil de recursos estaduais para implantação do serviço, com a aquisição de equipamentos e mobiliários. Todo o processo foi formalizado pela Secretaria de Gestão de Convênios. “Agradecemos pela grande ajuda trazida pelo deputado Miguel Lombardi, que é um grande parceiro de Americana. Mais um investimento humano na área da saúde em nossa cidade”, disse Odir.

O secretário de Saúde Danilo Carvalho Oliveira lembrou que, justamente na semana da Luta Antimanicomial (data celebrada em 18 de maio), o município de Americana inaugura um serviço exclusivo na área da saúde mental.

“Na semana em que se comemora a Luta Antimanicomial nós iniciamos um serviço para atender pessoas que saem do tratamento mental, porém não dispõem de nenhum ente familiar que as acolham. Nessa perspectiva, a Secretaria de Saúde amplia a sua oferta de serviços na área da saúde mental, com mais oferta de acesso, com mais acolhimento e humanização”, destacou.

COmpartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp
Mais lidas

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

Saúde

1 mar 2024

A Secretaria de Saúde de Sumaré realizou no último sábado, dia 24, o Dia D de Combate à Dengue. O

Saúde

1 mar 2024

A Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste investiu mais de R$ 236 milhões em Saúde em 2023. Somente com recursos próprios,

Saúde

23 fev 2024

O vereador Leco Soares (Podemos) reuniu-se na quarta-feira (21) em Brasília com a deputada federal Renata Abreu (Podemos), para tratar

Saúde

21 fev 2024

Um homem de 44 anos foi diagnosticado com chikungunya em Santa Bárbara, tornando-se o primeiro caso confirmado da doença na

Saúde

20 fev 2024

A Prefeitura de Sumaré entrega nesta sexta-feira (23) às 10 horas, as novas sedes do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel

Saúde

15 fev 2024

Alex, um morador de 38 anos de Americana, está liderando uma campanha para recuperar sua capacidade de andar após um