Redação Jornal Americanense

Reforma da Maternidade do HM tem início em Americana

As obras na Maternidade do Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi começaram nesta semana. A reforma, anunciada pelo prefeito Chico Sardelli, tem o objetivo de proporcionar mais conforto, segurança e bem-estar às gestantes, recém-nascidos e familiares.

O primeiro passo das intervenções foi o isolamento do espaço e o início da desmontagem da antiga estrutura. Também já está sendo feita a remoção do forro do teto, portas, armários, caixas de tomadas, vasos e pias dos sanitários. Ainda nesta semana terá início a retirada de todo o piso.

“O início da reforma da Maternidade do Hospital Municipal deixa a gente muito feliz porque é a largada para uma das mais importantes obras já realizadas na Saúde em Americana. São mais de 40 anos desde a inauguração sem uma intervenção como essa, que era muito pedida. Estamos investindo em um espaço sensível para o município, que é o local de nascimento de tantos americanenses todos os anos”, comemora o prefeito Chico Sardelli.

Ao final da reforma, a nova Maternidade do HM contará com 22 leitos (7 apartamentos), 2 leitos PPP (pré-parto, parto e puerpério), sanitários, postos de enfermagem, sala dos médicos, sala de espera, sala de exames e curativos, depósito de material de limpeza e outras dependências. A unidade também contará com novos espaços: dois consultórios para o atendimento de demandas obstétricas de urgência e uma sala de triagem neonatal. A previsão de conclusão é para o primeiro semestre de 2024.

“O anúncio do prefeito Chico já criou um entusiasmo muito grande e ver as obras sendo iniciadas, mais ainda. É o primeiro momento de um investimento que vai ser fundamental para Americana, com certeza. É aqui que a história de tantos de nós começou e outras mais ainda vão começar”, celebra o vice-prefeito Odir Demarchi.

A obra contempla a troca completa de esquadrias e vidros, serviços de serralheria, pintura total da área, substituição de toda a instalação elétrica, instalação de equipamentos de ar-condicionado em todos os quartos e setores, reconstrução da parte hidráulica e instalação de tubulação para a nova linha/rede de gases em todos os quartos.

“A reforma da maternidade do Hospital Municipal é uma conquista para a população de Americana. O espaço vai proporcionar às futuras mamães terem seus filhos em um ambiente mais acolhedor e humanizado. Este é o modelo de assistência que queremos oferecer e não abrimos mão de uma qualidade cada vez melhor”, diz o secretário de Saúde, Danilo Carvalho Oliveira.

Temporariamente, em razão das obras, toda a estrutura da Maternidade foi transferida para a Ala 3 do HM. Por sua vez, os leitos e pacientes da Ala 3 foram deslocados para o setor pós-cirúrgico da Ala 1. Para isolar a área e garantir a segurança de pacientes e funcionários, duas portas em MDF foram instaladas na frente da Maternidade. O acesso ao local está restrito a operários e técnicos envolvidos com os serviços.

O investimento de R$ 2,8 milhões para as intervenções conta com R$ 1 milhão de emenda parlamentar destinada pelo deputado estadual Alex de Madureira, intermediada pelo presidente da Câmara, Thiago Brochi, R$ 300 mil de emenda parlamentar destinada pelo deputado federal Carlos Zarattini, intermediada pela vereadora Professora Juliana, e R$ 1,5 milhão da Secretaria de Saúde, já previstos no contrato inicial com a Santa Casa de Misericórdia de Chavantes (SCMC), organização social contratada para fazer a gestão compartilhada do HM junto à Prefeitura de Americana e que é a responsável pela execução da obra.

“As intervenções na Maternidade serão feitas de forma a garantir a segurança total de pacientes e funcionários e sem prejudicar o funcionamento do HM. Quando estiver concluída, a ala estará totalmente renovada e estruturada para atender a população”, ressalta o diretor da SCMC em Americana, Luiz Augusto Bandeira.

COmpartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp
Mais lidas

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

Saúde

1 mar 2024

A Secretaria de Saúde de Sumaré realizou no último sábado, dia 24, o Dia D de Combate à Dengue. O

Saúde

1 mar 2024

A Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste investiu mais de R$ 236 milhões em Saúde em 2023. Somente com recursos próprios,

Saúde

23 fev 2024

O vereador Leco Soares (Podemos) reuniu-se na quarta-feira (21) em Brasília com a deputada federal Renata Abreu (Podemos), para tratar

Saúde

21 fev 2024

Um homem de 44 anos foi diagnosticado com chikungunya em Santa Bárbara, tornando-se o primeiro caso confirmado da doença na

Saúde

20 fev 2024

A Prefeitura de Sumaré entrega nesta sexta-feira (23) às 10 horas, as novas sedes do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel

Saúde

15 fev 2024

Alex, um morador de 38 anos de Americana, está liderando uma campanha para recuperar sua capacidade de andar após um