Últimas Notícias

Câmara promove audiência pública sobre políticas para a juventude

- Advertisement -

Confira tudo que aconteceu durante a reunião que ocorreu na Casa de Leis.

Atendendo ao requerimento da vereadora Professora Juliana (PT) e do vereador Juninho Dias (MDB), a Câmara Municipal de Americana realizou audiência pública para discussão de políticas públicas.

Na ocasião, Juliana destacou a importância de promover espaços de discussão para a população, especialistas e gestores possam conversar e produzir dados que permitam entender melhor o tema.

- Advertisement -

“A temática da juventude é muito importante porque ela dialoga com outras questões fundamentais que são relacionadas à geração de emprego e renda, à proteção da assistência social, à educação profissional, à segurança pública e à saúde. Ela é interdisciplinar, intersetorial. Porque de alguma maneira esse segmento, essa faixa etária que vai dos 15 aos 29 anos, tem demandas específicas. E para atender essas demandas é necessário que todas essas políticas olhem para as especificidades dessa faixa etária”, afirma a parlamentar.

Já o vereador Dias, presidente da Comissão de Juventude do Poder Legislativo, mencionou a origem do requerimento para a realização da audiência pública, citando se tratar de uma forma de promover um espaço para o debate e para que os vários setores envolvidos pudessem ser ouvidos.

“Quando a gente fala de juventude, falamos de algo muito importante. Porque sabemos que é necessário voltar a ter um trabalho ativo neste setor. É um momento oportuno para todos colocarem suas ideias, para que a gente caminhe junto pensando na juventude de Americana”, disse.

Além dos autores, participaram do debate o presidente da Câmara Municipal de Americana, vereador Thiago Martins (PV); a secretária municipal de Esportes, Grasiele Agostinho Rezende da Silva; o secretário adjunto da secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico, Reginaldo Caetano de Souza; o coordenador de Políticas para a Juventude da prefeitura de Campinas, Felipe Gonçalves da Silva; o vice-presidente do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Antonio Dias da Fonseca; a representante da secretaria municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Odilamar Lopes Mioto; o representante do Centro Salesiano (Unisal) Americana, Robert Soares do Nascimento; a advogada Dra. Mayne Meneghel Cubero, representando a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Americana; o representante do Conselho Nacional de Juventude, Caio Alexandre; o representante do Conselho Municipal da Juventude, Bruno Henrique dos Santos; e a representante da Pastoral da Juventude, Marina Dal’evedove.

Inclusão

Felipe Gonçalves da Silva, coordenador de Políticas para a Juventude de Campinas, relatou as experiências e projetos empregados no município vizinho, entre eles, o programa “Juventude Conectada”. A iniciativa envolve a formação socioeducativa e tem como objetivo a inclusão social. Ao total são 120 jovens bolsistas que atuam como facilitadores da inclusão digital atendendo a população em vinte e nove salas de informática distribuídas por cinco regiões da cidade. Por esta atividade, recebem R$ 642,20 e o vale transporte como bolsa para uma dedicação semanal de 20 horas.

“Justamente para combater algumas dificuldades que afetam a juventude, como o acesso à renda, ocasionado pelo desemprego, e a evasão escolar. É um forte programa no combate a isso porque essa bolsa favorece que o jovem continue estudando”, explicou.

Atuação do Poder Executivo

Os representantes do Poder Executivo na audiência relataram as experiências que têm sido trabalhadas em cada secretaria, como a oferta de empregos para pessoas ainda sem experiência profissional e o desenvolvimento de atividades esportivas e de lazer.

“Entendo a necessidade de criarmos políticas públicas para essa faixa etária e estamos buscando maneiras para que isso aconteça. Fico feliz em podermos retomar as ações e falar sobre isso. Tenho agenda com nossos colegas secretários para avaliar o que cada pasta pode oferecer à juventude da cidade”, contou Grasiele Rezende.

Ao final da audiência, o presidente da Câmara Municipal, vereador Thiago Martins, destacou a importância do evento e de se discutir a temática, mas lamentou a falta de interatividade do grupo mais interessado: os jovens.

“Foi uma noite muito construtiva. Ouvimos tanta coisa importante e vamos continuar discutindo e buscando a melhoria para quem no futuro estará sentado aqui nos representando”, concluiu Martins.

- Advertisement -

Latest Posts

Mais Lidas