Últimas Notícias

Com saída de Dória, Simone Tebet é nome apontado por tucanos para concorrer à presidência

- Advertisement -

Taxa de rejeição ao candidato levou PSDB abrir mão de Dória e apostar em Tebet.

A dança das cadeiras na política nacional está movimentada nos últimos dias. Ontem, segunda-feira (23), João Dória (PSDB) retirou sua candidatura à presidência da república. Menos de 24 horas, já há conversas internas no partido para anunciar a aposta dos tucanos para 2022: Simone Tebet (MDB).

João Dória (PSDB) convocou a imprensa no final da tarde de segunda-feira (23) para anunciar que não mais concorrerá à presidência da república. Segundo deu a entender o tucano, a determinação veio do partido. “Hoje entendo que não sou a alternativa da cúpula do PSDB e aceito essa decisão de cabeça erguida”, afirmou.

- Advertisement -

A saída movimentou uma conversa que há tempos anda ganhando força nos bastidores do PSDB: o de unir-se a outro partido em uma chapa única para ter mais chances de captar votos de indecisos e descontentes com a política. Neste cenário, Dória teria sido descartado por possuir 50% de rejeição*, enquanto Tebet pontua em 20%*.

Há 20 anos na política, Simone Tebet foi eleita deputada estadual em 2002, onde ficou no cargo até 2004, quando se candidatou à prefeitura de Três Lagoas, cidade onde nasceu. Ela foi eleita e reeleita para comandar a cidade. Depois, foi vice-governadora de Mato Grosso do Sul e, em seguida, se candidatou e venceu para o Senado, onde permanece até hoje.

Recentemente, Tebet divulgou nas redes sociais eventos e encontros com demais lideranças do PSDB, que podem demonstrar aproximação para uma possível chapa única.

Abaixo, publicação ao lado de Eduardo Leite (PSDB), que na prévia disputou a vaga de pré-candidato à presidência com João Dória:

Conversas internas apontam que o anúncio dos tucanos não deve demorar e pode acontecer ainda esta tarde ou, no mais tardar, até sexta-feira (27).

*Dados de pesquisas internas realizadas pelo partido

Desistência

No final da tarde de segunda-feira (23), João Dória (PSDB), convocou a imprensa para coletiva de imprensa. O convite afirmava se tratar de anúncio referente às Eleições 2022, sem maiores detalhes. O tucano informou que desiste de candidatura à presidência do Brasil.

Na ocasião, Dória falou sobre suas conquistas na política paulista, desde quando foi candidato à prefeitura de São Paulo, até alcançar o cargo de Governo do Estado, dando ênfase na campanha de incentivo à vacinação e conquistas de doses (e produção) de imunizantes da Covid-19, contrárias determinação do Governo Estadual, culminando no principal embate entre o governador e presidente, na época.

Foto: Ex-Prefeito e Governador de SP: João Dória (PSDB).

No palanque, Dória agradeceu ao partido e deu a entender que está se afastando da campanha por determinação partidária. “Hoje entendo que não sou a alternativa da cúpula do PSDB e aceito essa decisão de cabeça erguida”, afirmou. Ao seu lado estava o presidente do partido, Bruno Araújo.

“Me retiro de coração partido, mas com a alma leve. Com a sensação inequívoca de dever cumprido. Saio com sentimento de gratidão e a certeza de que tudo que fiz foi em benefício de um ideal coletivo”, concluiu Dória.

Na despedida, o tucano agradeceu aos “verdadeiros amigos” e encerrou com “até breve”, mas não esclareceu se pretende disputar outro cargo nas próximas eleições.

Em maio, João Dória já havia desistido de concorrer ao cargo de presidente, mas voltou atrás. Ao que tudo indica, no entanto, desta vez não haverá voltas.

Foto: Sérgio Andrade / Governo do Estado de São Paulo

- Advertisement -

Latest Posts

spot_img

Mais Lidas