Redação Jornal Americanense

Em avaliação, Americana recebe nota máxima do Ministério da Saúde para testes rápidos

Município recebeu nota de excelência para execução e interpretação dos testes rápidos realizados para detecção do HIV, Sífilis e Hepatite C, realizados pelo setor

A Secretaria de Saúde de Americana anunciou nesta quarta-feira (23) que o Serviço de Atendimento Especializado em Infectologia (SAE) recebeu nota de excelência do Ministério da Saúde, sobre a execução e interpretação dos testes rápidos realizados para detecção do HIV, Sífilis e Hepatite C, realizados pelo setor. A avaliação aconteceu entre os dias 16 de novembro e 17 de dezembro de 2021 e foi conduzida pelo Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis, da Secretaria de Vigilância em Saúde – Ministério da Saúde. A certificação foi concedida aos profissionais da equipe, de forma individual.

Os trabalhos foram realizados em parceria com o Laboratório de Biologia Molecular, Microbiologia e Sorologia, da Universidade Federal de Santa Catarina (LBMMS/UFSC), que realizou a avaliação dos testes rápidos utilizados pelas equipes de saúde na área da infectologia em diversas cidades do País.

De acordo com o SAE, durante a avaliação foram analisados os parâmetros de execução e interpretação dos resultados dos testes. Para o HIV manteve-se o critério que avalia a execução de dois testes rápidos (TR1 e TR2), bem como a adoção das recomendações do manual técnico para o diagnóstico da infecção em adultos e crianças.

Em relação à Sífilis, o estudo avaliou apenas a execução dos testes rápidos, que representa o primeiro teste do fluxograma 2 (teste treponêmico) do manual técnico para o diagnóstico da doença. Já a Hepatite C teve esse mesmo parâmetro de avaliação, porém, considerando o fluxograma 4 do manual técnico específico para esta patologia.  

Além das análises laboratoriais, o estudo também realizou a avaliação sobre o desempenho individual dos profissionais e do conjunto global do setor, considerando o trabalho multidisciplinar da equipe que atua no setor.

“É um orgulho para toda a equipe receber este reconhecimento, pois isso demonstra que estamos atuando de forma totalmente responsável, seja do ponto de vista técnico, operacional e ético”, destacou a enfermeira coordenadora do SAE, Mariah Aparecida Assalone Pereira.

Para o secretário municipal de Saúde Danilo Carvalho Oliveira, o atestado de excelência recebido pelos órgãos federais vem ao encontro da política de qualidade que vem sendo aplicada em todos os setores. “Nós sabemos que ainda é preciso avançar em muitas coisas, mas esse atestado de excelência é um exemplo da qualidade que sempre buscamos em todos os setores da rede municipal de saúde. A equipe de infectologia está de parabéns pelo importante trabalho que realiza”, declarou.

O ambulatório do SAE funciona das 7h às 16h. Os testes rápidos são realizados das 9h às 12h sem agendamento prévio. O setor conta com uma equipe formada por médico infectologista, profissionais da enfermagem, psicólogo, farmacêutico, agentes de saúde e assistente social. Em 2021, o setor realizou aproximadamente 4 mil testes rápidos para HIV, Sífilis e Hepatites virais.

COmpartilhe

Facebook
Twitter
WhatsApp
Mais lidas

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

Saúde e Bem Estar

31 dez 2022

Psicanalista chama atenção para pesquisa e alerta que a carga de ansiedade e estresse nessa época do ano é maior

Saúde e Bem Estar

3 maio 2022

Além da nebulização, os funcionários da empresa e os agentes de controle de vetor do PMCD estão realizando visitas domiciliares,

Saúde e Bem Estar

29 abr 2022

O antigo pronto-socorro foi revitalizado, recebeu nova pintura e passa a ser um espaço de atendimento para as crianças A

Saúde e Bem Estar

28 abr 2022

A vacina de gripe será oferecida para a população com 60 anos ou mais e profissionais de saúde e será

Saúde e Bem Estar

27 abr 2022

Atualmente, além da função de evitar a gravidez, os métodos contraceptivos hormonais combinados têm sido utilizados devido a presença de

Saúde e Bem Estar

13 abr 2022

Para falar deste assunto precisamos falar do ácido hialurônico, que é a substância que demonstrou ter maior compatibilidade com a