Últimas Notícias

Manuela Possente: Para que serve a luz pulsada?

- Advertisement -

Ouso dizer que a luz intensa pulsada (LIP) é uma das tecnologias mais usadas em consultórios de dermatologistas. É uma terapia acessível, versátil, pode ser associada a outros procedimentos no mesmo dia, e quando bem indicada traz inúmeros benefícios para a pele.

Mas vamos falar um pouco sobre como ela age e os seus inúmeros benefícios?

A Luz Intensa Pulsada é uma tecnologia que atua por meio de pequenos feixes de luz, possui uma ação mais difusa e menos seletiva que o laser. Pode ser utilizada em diversas regiões corporais, atuando por meio da temperatura para obter seus resultados sobre os danos da pele. O calor atinge as camadas superficiais da pele, atinge a cor vermelha dos vasinhos e a cor escura da melanina dos pelos e manchas, eliminando-os posteriormente, estimula e remodela o colágeno mantendo a superfície da pele intacta.  

- Advertisement -

1-) acne:  é uma super aliada ao tratamento da acne, agindo na lesão pustulosa, mais conhecida como espinha. Atua diretamente na bactéria da acne, causando um estrese oxidativo e induzindo a diminuição da proliferação bacteriana.

2-) rosácea: Age destruindo os vasinhos que deixam a pele avermelhada, que tanto incomoda quem é portador desta alteração cutânea.

3-) Melanoses solares e sardas: Também conhecidas como manchas de sol, de coloração acastanhada, com localização geralmente em face, colo, e mãos. Aqui o alvo é a melanina, agindo portanto somente nas manchas, deixando a pele ao redor íntegra. Além disso durante o tratamento a pele recebe estímulos para a formação de colágeno.

4-) Depilação: A eficácia do tratamento é decorrente da destruição do folículo piloso pois a melanina do pelo é o alvo, apresenta boa eficácia comparada ao laser e é menos doloroso. Não serve, portanto, para pelos brancos, pois estes não possuem melanina. É importante frisar que nenhum tratamento visando a eliminação dos pelos é definitiva. Portanto o número de sessões necessárias depende de uma série de fatores relacionadas ao seu tipo de pele e pelo. E sessões de manutenção podem ser necessárias.

5-) Poiquilodermia: ocorre devido a exposição solar com envelhecimento da pele, localiza-se no pescoço e colo e apresenta-se como um aspecto avermelhado, associado a escurecimento e atrofia da pele nesta região. A LIP tem ação sobre os componentes da poiquilodermia, conseguindo obter uma melhora do problema quando associada a outros procedimentos como laser e bioestimuladores.

6-) Rejuvenescimento, rugas finas e flacidez. o tratamento provoca o espessamento da camada de fibras colágenas, o que deixa a pele mais densa, melhora a flacidez e promove a reorganização das fibras já existentes. Além disso, a pele do rosto fica com coloração mais uniforme, eliminando manchas e diminuindo tamanho dos poros. E mais: os vasinhos, manchas e olheiras podem ser removidos ou suavizados pela luz.

Doenças como herpes simples, vitiligo, doenças de coagulação sanguínea, doenças auto-imune, infecções, amamentação, devem ser relatadas ao médico. Gravidez e pele bronzeada são contraindicações absolutas. Por isso é extremamente importante que o paciente evite exposição solar por pelo menos 20 dias antes da realização da luz pulsada.

O número de sessões varia de um paciente a outro e também de qual condição a ser tratada. O Dermatologista que vai determinar o número de sessões e o tempo de tratamento. O intervalo entre as sessões é de quatro semanas. Os resultados vão aparecendo progressivamente a cada aplicação e variam bastante de pessoa para pessoa.

Ficou com alguma dúvida? Agenda uma consulta com seu dermatologista!

- Advertisement -

Latest Posts

spot_img

Mais Lidas